Centro CEREBRO aposta na terapia recoveriX para a reabilitação neurológica do Acidente Vascular Cerebral

Partilhar a notícia:

Share on email
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Com a adoção desta tecnologia, o Centro CEREBRO, torna-se a primeira e única clínica em Portugal a oferecer um tratamento inovador e diferenciado para a reabilitação dos membros superiores e inferiores após a ocorrência de um Acidente Vascular Cerebral.

A terapia recoveriX para AVC é uma neurotecnologia inovadora e única para a reabilitação de pacientes vítimas de Acidente Vascular Cerebral, uma vez que, através da sua interface cérebro-computador, ajuda o paciente a recuperar as funções das extremidades superiores e inferiores, ao mesmo tempo que potencia a fisioterapia padrão com a possibilidade de uma recuperação mais rápida e bem-sucedida.

Assim, a terapia recoveriX resulta da combinação única de três terapias convencionais, nomeadamente a Imaginação Motora (IM), através da qual o paciente imagina o movimento da mão enquanto o recoveriX mede a sua atividade cerebral através de sinais EEG, a Realidade Virtual (RV), onde a imaginação conduz a uma simulação virtual de membro imaginado no ecrã, e a Estimulação Elétrica (FES), em que o movimento imaginado torna-se um movimento real através da estimulação dos seus músculos afetados sem qualquer dor.

Durante as 25 sessões terapêuticas necessárias para a aplicação da terapia recoveriX, os pacientes imaginam movimentos das mãos ou das pernas um total de 6.000 vezes (o mesmo número de vezes que uma criança necessita para aprender a andar). Desta forma, enquanto imagina os movimentos, o paciente está a criar novas ligações no cérebro, através das quais relembra a capacidade de se mover e movimentar.

De notar que, todos os efeitos positivos podem ser explicados pela ativação de córtices sensoriais e motores envolvidos no movimento, ajudando assim o cérebro a desenvolver novas vias neurais para conseguir mover novamente os membros afetados.

As principais vantagens da utilização da terapia recoveriX incluem a melhoria da marcha, maior capacidade de concentração, aumento da capacidade de memória, capacidade de movimento ativo e passivo, redução da espasticidade, aumento da sensibilidade bem como redução de tremores.

Além disso, quando a terapia padrão não consegue produzir nenhum benefício adicional, este treino oferece uma segunda possibilidade de obter melhorias, podendo ser usado em estados agudos, subagudos ou crónicos. A este propósito, o fundador da g.tec medical engineering GmbH e diretor executivo do recoveriX Schiedlberg, Doutor Christoph Guger, refere que “com o nosso estudo de grupo com 52 pacientes que melhoraram nas funções motoras e na espasticidade de forma altamente significativa, provámos que a terapia recoveriX é eficaz mesmo 10, 20 ou 30 anos após a doença neurológica”.

Adicionalmente, o neuropsicólogo Jorge Alves, diretor do Centro CEREBRO, afirma que “a terapia recoveriX é uma ferramenta poderosa e comprovada cientificamente para a reabilitação dos membros superiores e inferiores de pacientes vítimas de AVC”.

O diretor da clínica bracarense anuncia ainda que “o Centro CEREBRO é a única instituição a disponibilizar esta terapia em Portugal e a possuir a certificação para a sua aplicação. A incorporação desta neurotecnologia reitera a continuidade do nosso compromisso em elevar os cuidados de reabilitação neurológica em Portugal e em melhorar a vida das pessoas vítimas de lesão cerebral”.

De notar que, o Acidente Vascular Cerebral é a primeira causa de morte em Portugal. Os dados mais recentes divulgados pela Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral referem que, por hora, três portugueses sofrem um AVC, sendo que um destes não sobrevive e um ficará com sequelas incapacitantes.

Com a adoção desta tecnologia, o Centro CEREBRO, para além de se tornar a primeira e única clínica em Portugal a oferecer um tratamento inovador e diferenciado para a reabilitação dos membros superiores e inferiores após a ocorrência de um Acidente Vascular Cerebral, poderá fornecer aos seus pacientes tratamento ainda mais especializado, objetivo e orientado por dados concretos, baseados na evidência científica.